Ilustração: Divulgação


Acreditando que o aperfeiçoamento dos sistemas que promovem a proteção social, o acesso aos serviços públicos e uma infraestrutura sustentável podem fomentar a defesa da igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres, a entidade das Nações Unidas (ONU), que cuida justamente da Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres), fez divulgação , por meio de nota, nesta quarta-feira (23), do tema que envolverá toda a campanha 2019 do Dia Internacional da Mulher.

Segundo a organização, este ano a data, celebrada em 8 de março, terá o seguinte mote: "Pensemos em Igualdade, Construção com Inteligência e Inovação para a Mudança". A nota oficial da ONU Mulheres ainda afirma que a meta até o ano de 2030, é atingir os chamados 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e para tanto, há a necessidade de eliminação de barreiras estruturais que destruam a situação habitual da sociedade organizada e dessa maneira, garantir que “nenhuma mulher e nenhuma menina fique para trás". O ideal seria a criação de sistemas, que possam abranger desde o banco móvel até a inteligência artificial e a internet das coisas, que proporcionem mais inclusão a essa parcela populacional. 

Ilustração: Reprodução/ Projeto “Igualdade de Género e Não discriminação em Abrantes”

Pouca representatividade
A organização ligada à ONU ainda coloca que a inovação tecnológica permite oportunidades “sem precedentes” mas que as tendências atuais indicam enormes lacunas digitais que se desenvolvem continuamente e ao mesmo tempo, deixando as mulheres com pouca representatividade nos campos da ciência, da tecnologia, da engenharia,da matemática e design, conforme relata a nota expedida ontem, confirmando com tudo isto, o impedimento de novos benefícios que vão transformar a sociedade civil organizada como um todo.

Finalizando, a entidade esclarece que o Dia Internacional da Mulher de 2019 abordará visões sobre as lideranças da indústria, as empresas emergentes que estão mudando o panorama no mundo dos negócios, as empreendedoras e os empreendedores sociais, as ativistas e os ativistas que trabalham em favor da igualdade de gênero e as mulheres inovadoras, com o objetivo de examinar como a inovação pode eliminar barreiras.

Fonte: ONU

Postar um comentário:

0 comments:

Obrigado Por Participar!

Notícias | Lives | Colunas | Estreito laço com leitores, colaboradores e anunciantes! Campos dos Goytacazes, Baixada Campista e Região. Jornal Notícias em Foco “JNF – Jornalismo Inovador! Foco, Ética e Verdade."

| Fique Por Dentro |

| Notícia em Destaque |

De olho na agricultura e à produção agropecuária

CIDEENF: Campos e região conhecem programas da Conab A apresentação aconteceu no auditório da prefeitura. Na ocasião, foram apresentados ...

| Veja Também |

Tecnologia do Blogger.